Informativo da Secretaria Executiva do PRST

Presbitério de Santos

Somos 07 igrejas no Litoral Paulista. Visite-nos!

Presbitério de Santos

Crescemos bem ajustados para a glória de Deus.

2019

Que Deus nos ajude!

Presbitério de Santos

Somos uma federação de igrejas presbiterianas do Brasil. Saiba mais sobre nós!

Presbitério de Santos

Deus abençõe nossos pastores! Conheça-os aqui!

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

DA ORDEM DE SAUL OU DE DAVI?


       Gene Edwards escreveu um belíssimo livro, intitulado Perfil de Três Reis, que trata sobre liderança e o seguimento a partir da experiência que Davi teve diante do rei Saul.
Edwards declara: “Deus não tinha, mas desejava muito possuir, homens que pudessem viver em meio ao sofrimento”. Ele continua: “Deus possui uma universidade. É uma escola pequena. Pouca matrícula, ainda menor número de graduados. De fato, muito, muito poucos. Deus possui essa escola porque ele não tem homens quebrados. Mas tem vários outros tipos de homens; mas homens quebrados, quase nenhum. Na santa e divina escola de submissão e quebrantamento, por que são tão poucos os alunos? É porque todos os que se encontram nessa escola têm de sofrer muita dor. E, como você pode conjecturar, é frequentemente o dirigente não quebrantado (escolhido soberanamente por Deus), quem determina o castigo. Davi foi aluno nessa escola, e Saul foi o instrumento escolhido por Deus para esmigalhar Davi. À medida que a loucura do rei aumentava, crescia o conhecimento de Davi.”
Edwards sugestiona: “Davi tinha uma pergunta: o que fazer quando alguém arremete uma lança contra nós?” Ora, parece que todo mundo sabe como proceder. A gente agarra a lança e a arremessa de volta! E ao praticar essa pequena façanha de devolver lanças que lhe atiram, você provará que é valente, defende seu direito, é contra o erro, é forte e não se deixa levar por onde queiram, não dá lugar a injustiça nem a tratamento desleal, é defensor da fé, guarda da chama, detector de toda a heresia e não será vítima de injustiça. Edwards sugere que se Davi tomasse essa postura, certamente, seria candidato ao trono, mas segundo a ordem do rei Saul. Ele diz que anos depois teríamos Davi coroado e o mais incrível especialista na arte de arremesso de lanças em todo o reino. E também, com certeza, nessa altura completamente louco como Saul.
 Davi não arremessava as lanças de Saul de volta contra o rei. Nem fabricava ele mesmo lanças para atirar de volta. Ele apenas desvia-se ou fugia delas. E você? É da ordem de Saul ou de Davi? Saul está dentro de nós e ele se revela na arte de arremessar lanças. Diante de lanças arremessadas contra você qual sua atitude? Atira-as de volta ou desvia-se delas? Você está pronto a tomar a decisão de Davi e dizer: “Prefiro que ele me mate a aprender os seus caminhos e morrer a vir a ser como ele. Não seguirei a estrada que leva os reis à loucura. Não atirarei lanças, nem permitirei que o ódio se aninhe no meu coração. Nem me vingarei. Nem agora nem nunca. A vingança pertence a Deus?” A amargura de coração revela quando alguém foi atingido por uma lança e o quebrantamento revela quem vive a bendita arte de desviar de lanças. Deus nos abençoe!

        Rev. J. A. Lucas Guimarães
Compartilhe:

terça-feira, 28 de julho de 2015

SECRETARIAS PRESBITERIAIS 2016


SECRETARIAS PRESBITERIAIS

Composição das Secretarias Presbiteriais, conforme decisão da 66º Reunião Ordinária do PRST em 13 de fevereiro de 2016.


- Secretaria do Trabalho Infantil: Profª Neide da Silva Lucas
- Secretaria do Trabalho do Adolescente: Sem. Albertino José
- Secretaria do Trabalho da Mocidade: será escolhido pela SE/PRST
- Secretaria do Trabalho Masculino: Pb. Gerson F. Félix Nunes
- Secretaria do Trabalho Feminino: Rev. Vulmar D. de Resende
Compartilhe:

CLASSIFICANDO A ORAÇÃO


Para Calvino existem duas classes de orações: a invocação (ou súplica) e a ação de graças. Isso porque, segundo ele, “em nossas orações, ou pedimos algo a Deus ou reconhecemos as bênçãos divinas derramadas sobre nós.”1 Ele comenta:
Na súplica colocamos diante de Deus os desejos de nosso coração. Pela ação de graças reconhecemos seus benefícios em nosso favor. E nós temos que usar assiduamente uma e outra, pois nos vemos perseguidos por tão grande pobreza e necessidade que até mesmo os melhores de nós devem suspirar, gemer e invocar continuamente ao Senhor com toda humildade. E por outra parte é tão grande a generosidade que o Senhor, em sua bondade nos dispensa, tão excelsas as maravilhas de suas obras, que sempre encontraremos motivos para louvar-lhe e tributar-lhe ações de graças.2
Calvino simplifica a vida de oração. Aprendemos através dos manuais que existem vários tipos de orações. Pedimos para alguém fazer uma oração de adoração e percebe-se como é difícil. Não que seja difícil adorar a Deus, mas sim mapear e desenvolver essas orações dentro desses tipos.
Quando Calvino apresenta apenas duas classes de orações, ele simplifica e torna o ato da oração espontânea. Na súplica, existe espaço para a confissão, ao derramar do coração, ao clamor de nossa alma e para expor os desejos de nosso coração. Na ação de graças, existe momento para a adoração, ao louvor e ao reconhecimento dos favores de Deus dispensados a nós. Essa simplificação leva em conta que dificilmente na oração haverá espaço ao formalismo. Na oração, o coração, em sua sinceridade, é que é exposto. Um coração ferido fala de suas feridas como, também, é chamado a enxergar as curas recebidas.
O chamado é para usarmos continuamente essas duas classes de oração. Nós gememos diante de Deus, mas esse gemido não pode ocultar o reconhecimento de seus favores. Na verdade, gememos diante daquele que, além de ter realizado tanto por nós, é capaz de continuar a sua boa obra em nós.
A súplica é o momento do esvaziar da alma e da ação de graças pelo preenchimento. Na súplica colocamos diante de Deus todos os nossos anseios e deixamos os nossos fardos. A súplica é também chamada de invocação, pois nessa oração convocamos Deus para agir em nossa vida e circunstâncias. É nosso: “Maranata! Vem, Senhor!” Na ação de graças, colocamos diante de nós aquilo que Deus tem feito por nós. Nela nos enchemos de alegria pelos cuidados de Deus. Na súplica, oramos com o salmista: “Tem misericórdia de mim, ó Deus, tem misericórdia, pois em ti a minha alma se refugia; à sombra das tuas asas me abrigo, até que passem as calamidades” (Sl. 57.1). Na ação de graças, oramos como o salmista: “São muitas, Senhor, Deus meu, as maravilhas que tens operado e também os teus desígnios para conosco; ninguém há que se possa igualar contigo. Eu quisera anunciá-los e deles falar, mas são mais do que se pode contar” (Sl. 40.5). No centro dessas orações está a convicção de que: “Eu sou pobre e necessitado, porém o Senhor cuida de mim” (Sl. 40.17).
Invocamos a Deus. Pedimos que ele se faça presente com sua misericórdia; venha dissipar nossas tribulações; e seja o nosso castelo forte. Enquanto isso, reconhecemos seus favores! O coração com confiança e gratidão é saúde para a alma!

Texto extraído do livro "Desenterrando os tesouros de Deus" do Rev. J. A. Lucas Guimarães


Referências bibliográficas

1 CALVINO, 1 Coríntios. 2ª ed. São Paulo: Paracletos, 2003. p. 425.
2 CALVINO apud MARIN, M. Gutiérrez. Calvino, antologia. Barcelona: Producciones Editoriales Del Nordeste, 1971. p. 91. Calvino em seu comentário a Carta de Paulo aos efésios comenta: “Oração e súplica contêm uma leve diferença, sendo que súplica é a espécie e oração, o gênero” (CALVINO, João. Efésios. São José dos Campos/SP: Fiel, 2007. p. 157).
Compartilhe:

Encontre nossas igrejas!


Somos 07 igrejas locais da Igreja Presbiteriana do Brasil no Litoral Paulista e mais 03 Congregações presbiteriais. Seguimos a Bíblia como regra de fé e prática e nos reunimos para cultuar a Deus em espírito e em verdade e para ouvir, estudar e obedecer a Palavra de Deus - a Bíblia - pela iluminação do Espírito Santo. Esperamos sua visita!


Rua Alagoas, 67 - Gonzaga - Santos/SP
Fone: (13) 3289-5408 - igreja.presbiteriana@jardimdeoracao.com.br

Rua Marques de São Vicente, 100 - Campo Grande - Santos/SP
Fone: (13) 3237-0418 - ipb.santos@bol.com.br



IGREJA PRESBITERIANA DE SÃO VICENTE
Av. Capitão-mor Aguiar, 612 - Centro - São Vicente/SP
Fone: (13) 3469-4298 - secretaria@ipsv.org.br


IGREJA PRESBITERIANA DE VICENTE DE CARVALHO
Rua Pedro Lopes, 18 - Vicente de Carvalho - Guarujá/SP
Fone: (13) 3341-7677 - ipvc@uol.com.br


IGREJA PRESBITERIANA DE CUBATÃO
Rua Dom Pedro II, 861 - Vila Nova - Cubatão/SP
Fone: (13) 3324-0330 - ipcubatao@ig.com.br

IGREJA PRESBITERIANA DE GUARUJÁ
Rua Cavalheiro Nami Jafet, 512 - Guarujá/SP




IGREJA PRESBITERIANA DO MARAPÉ (MANANCIAL)
Rua Dr. Moura Ribeiro, 116 - Marapé - Santos/SP.
Fone: (13) 3349-9573


- CONGREGAÇÕES DO PRST -

Rua João Mendes Jr, 690 - Sítio do Campo - Praia Grande/SP
Fone: (13) 3473-6271 - ipvitoria@yahoo.com.br

Rua Capitão Moraes, nº 261 - Centro - Bertioga/SP.



Buffet Giani - Rua Alexandre Martins, 137 - 3º andar - Espaço Vida - Bairro Aparecida - Santos/SP

* * *
Compartilhe:

Em destaque

ORGANIZAÇÃO DA IGREJA PRESBITERIANA DE BERTIOGA

No dia 06/10/19, em culto solene às 19h00, com preleção pelo Rev. Milton Ribeiro, foi organizada a oitava igreja do PRST. Agora deixa de se...

CONFIGURE O TEXTO DA POSTAGEM