Informativo da Secretaria Executiva do PRST

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

NATAL: VITÓRIA SOBRE O MEDO


Um sentimento que passa pelo submundo da vinda de Jesus foi o medo.
O primeiro a ter medo foi Zacarias:
"Disse-lhe, porém, o anjo: Zacarias, não temas, porque a tua oração foi ouvida..." (Lc. 1.13).
Ele viria a ser pai daquele que abriria o caminho ao Senhor. Nem tudo na preparação do Natal trouxe alegria, paz e segurança. Zacarias temeu por ser homem idoso e não saber como poderia acontecer tornar-se pai.
Em seguida, Maria teve medo ao ser anunciada como mãe do Salvador: "Mas o anjo lhe disse: Maria, não temas; porque achaste graça diante de Deus" (Lc. 1.30).
José também temeu: "Em sonho, um anjo do Senhor apareceu dizendo: José, filo de Davi, não temas receber Maria, tua mulher, porque o que nela foi gerado é do Espírito Santo" (Mt. 1.20). Ele se viu num conflito pessoal e decidiu deixá-la secretamente.
Quando a notícia do nascimento de Jesus foi dada aos pastores eles também ficaram tomados de grande temor: "O anjo, porém, lhes disse: Não temais...".
Finalmente, Herodes também ficou temeroso diante da notícia do nascimento de um novo rei (Mt. 2.3).
A vinda de Jesus causa temor porque ela causa duas consequências: ruína e levantamento (profecia de Simeão - Lc. 34). Ruína para os que não se arrependem. Levantamento para aqueles que creem em Jesus, confessam seus pecados e se arrependem.
Diante de nós estão a vida e a morte. Caminho de bênção ou de maldição. Muitos temeram ao ouvir da vinda de Jesus. Deus nos diz: "não tenha medo" de viver uma vida que se submeta a Ele como fizeram Zacarias, Maria e José. Qual será a nossa posição?

* * *
Esboço da mensagem proferida pelo Rev. Milton Ribeiro, presidente do PRST, na Igreja Presbiteriana Jardim de Oração no Culto de Natal (25/12/16).
Compartilhe:

Em destaque

CONVOCAÇÃO: 69ª REUNIÃO ORDINÁRIA DO PRST

São Vicente/SP, 10 de agosto de 2017. Assunto: Convocação da 69ª Reunião Ord...

CONFIGURE O TEXTO DA POSTAGEM