Informativo da Secretaria Executiva do PRST

quinta-feira, 28 de julho de 2016

IGREJA: CONHECER PARA SER (II)

Presbitério de Santos - PRST

No nosso último estudo, falamos sobre a Igreja Visível e a Igreja Invisível. Agora vamos adentrar nas marcas ou sinais que qualificam essas duas realidades da igreja. Primeiramente, vejamos as marcas da Igreja Invisível:
1. UNIDADE – Essa unidade é caracteristicamente espiritual. É a unidade do corpo, o corpo místico de Jesus Cristo, de que todos os crentes são membros. Essa marca se impõe na Igreja Visível através da realidade da unidade vivenciada: uma só fé, do só Senhor, um só Espírito e um só Batismo. Isso mostra que a Igreja Visível e a Igreja Invisível não são realidades paralelas, mas parte da mesma realidade. A Igreja Visível encontra-se a caminho de sua expressão máxima: que é a Igreja Invisível. E a Igreja Invisível encontra-se em sua expressão presente: a vivência do Evangelho pela Igreja Visível. Na semente, encontra-se a grande árvore! Estamos sendo germinados pelo Espírito Santo. Revelando a cada dia o que seremos em plenitude.
2. SANTIDADE – A Igreja Visível é formada por “santos mais ainda não perfeitos”, ou melhor, “santos a caminho da perfeição”. Em Cristo, somos santos. Em novidade de vida, temos santidade. Essa é a expressão em nós da Igreja Invisível. Muitos ficam confusos com essa realidade. Outros consideram um absurdo alguém se declarar “santos”. Eles consideram o termo “santo” como sinônimo de “perfeição”. A santidade da igreja visível é a expressão da Igreja Invisível que somos. Visivelmente a santidade se revela como vida devotada a Deus. É a Igreja Invisível se impondo sobre nossa pecaminosidade e nos conduzindo a sermos a Igreja Visível do Senhor.
3. CATOLICIDADE – A Igreja em todo lugar e de todo lugar e de todas as épocas como expressão da fé verdadeira de forma a gerar identidade, comunhão e confissão. Jamais prisioneira de instituições, nação, governo ou movimento. Mas transformadora de instituições, nações, governos ou movimentos.
Quanto a Igreja Visível, ela deve possuir as seguintes marcas ou sinais:
1. PREGAÇÃO VERDADEIRA DA PALAVRA DE DEUS – Isso não significa que não se possa encontrar algum erro de interpretação. Caso ocorra, a Bíblia deve ser o arbitro para o retorno a fiel exposição. Significa, contudo, que a Igreja está comprometida em pregar de forma fiel as verdades fundamentais de forma a promover a verdadeira fé e prática cristã. Essas verdades estão contidas na Palavra. A fiel pregação da Palavra requer fidelidade à Palavra.
2. ADMINISTRAÇÃO CORRETA DOS SACRAMENTOS – Isso significa que os Sacramentos devem ser ministrados em concordância com a Palavra e juntamente com a Palavra. Os Sacramentos do Batismo e da Ceia do Senhor devem ser administrados por legítimos ministros da Palavra de acordo com a instituição divina e somente aos crentes e a seus filhos. Era a marca da Igreja Primitiva e deve ser nossa marca hoje.
3. O EXERCÍCIO FIEL DA DISCIPLINA – É muito estranho que muitos tentem fugir dessa marca característica da Igreja. Se a igreja é o rebanho do Senhor, não se pode imaginar que o cajado do pastor não esteja sob a ovelha desobediente. Conheço pessoas que foram disciplinadas em determinada igreja e recebidas no outro dia em outra. Já presenciei pessoas que são pessoas excelentes até serem repreendidas pela disciplina. No outro dia, mostram-se como maldosas, impertinentes e julgadoras. O pior é quando o disciplinado diz: “Se eu vou sou disciplinado, deveria disciplinar muitos da igreja que se faz de santos”. Esse bloqueou a fonte da graça em sua vida! Vi, contuto, a graça de Deus restaurar vidas através da aceitação da fiel disciplina. O exercício fiel da disciplina é um chamado para a liderança da igreja manter-se atento para o seu cumprimento. Deve disciplinar sim! Por outro lado, o exercício fiel da disciplina pode significar a aplicação da forma correta e bíblica da disciplina: para salvar o pecador e proteger a igreja.
São apenas seis características que se entrelaçam e misturam a Igreja Visível com a Igreja Invisível e tornam os crentes um corpo bem ajustado para a glória de Deus. O mundo olhará e dirá: “Vi Jesus, pois enxerguei sua igreja”!

Rev. Lucas Guimarães

_______________________ 

Texto disponível em: Igreja Vitória
Compartilhe:

Em destaque

CONVOCAÇÃO: 69ª REUNIÃO ORDINÁRIA DO PRST

São Vicente/SP, 10 de agosto de 2017. Assunto: Convocação da 69ª Reunião Ord...

CONFIGURE O TEXTO DA POSTAGEM